Login

Register

Login

Register

Widget Image
InícioArticles Posted by Francisco Ferraz

Nem todo o político tem a mesma necessidade de providenciar visibilidade para si mesmo. Titulares de cargos únicos – Presidente da República, Governador de Estado, Prefeitos, Presidentes de Casas Legislativas, ou Ministros das principais pastas – têm sua visibilidade assegurada

Para lidar bem com a imprensa é fundamental entender como ela encara a cobertura da campanha eleitoral. Sem entender muito bem este “viés profissional” da imprensa, sua candidatura entrará continuamente em rota de colisão com ela. Em primeiro lugar, é

“Não minta. Mas também não conte toda a verdade” explicita um princípio, característico do que se costuma chamar de “corrente realista” na política. Os grandes nomes deste movimento são Maquiavel e Baltasar Gracián. A “corrente realista” de análise da política

Mário Sérgio Conti, no livro “Notícias do Planalto: a imprensa e Fernando Collor”, narra a história do programa da Rede Globo, no qual o ex-presidente pôs em curso a expressão marajás do serviço público, e que pode ser considerado o

Há, ao longo da história política, alguns textos que se tornaram imortais por se referirem a um sentimento muito forte, muito humano, e muito intensamente sofrido. A palavra chave é sentimento. Não se trata de um artigo ou discurso que tenha

O candidato precisa da imprensa e a imprensa precisa dele. Como tal, gostando ou não, estão amarrados uns aos outros pelo tempo que durar a campanha. A relação que os une, entretanto, é extremamente complexa. Há cooperação entre eles, mas

A investigação do desempenho do adversário eleitoral em sua(s) prévia(s) funções no executivo é uma poderosa arma no conflito político em torno da eleição. Erros, deslizes, descuidos, irregularidades e ilegalidades já o colocam na defensiva, tendo que se explicar, mal

É muito comum no período eleitoral, fazer campanha para um eleitor abstrato ao invés do eleitor real. Há campanhas que direcionam sua comunicação eleitoral para um eleitor que não existe na vida real e que não passa de uma criação

Esta é uma daquelas questões que desafiam uma única e consensual resposta. Há casos à mão para todas as respostas possíveis. Não obstante, esta é uma questão crucial, para o esforço de reeleição, assim como para o próprio exercício do

Louis XIV, o Rei Sol, o construtor de Versalhes, que reinou por 72 anos, tinha uma corte numerosa, composta de aduladores ambiciosos em busca do poder e da riqueza. Seu reinado foi esplêndido e em torno de sua pessoa construiu-se