Login

Register

Login

Register

Widget Image
InícioDicas, Erros e Conselhos

O legislador de primeiro mandato é um novato, um aprendiz, embora com as condições peculiares de um detentor de mandato popular. Vamos tratar como legislador de primeiro mandato, tanto aquele que pela primeira vez foi eleito, como o de um legislador

Essa é uma das muitas ilusões que formam a atmosfera da política. Como toda ilusão, gera falsas expectativas, conduz a conclusões precipitadas e induz ao erro, sob variadas formas. Geralmente, o inimigo de seu inimigo, que busca aproximar-se de você,

“O peixe morre pela boca.” (ditado popular) “Falar mal, falar demais, falar o que não deve são as formas mais comuns de se errar na política.” (Baltasar Gracián) “Só se fala para melhorar o silêncio.” (Baltasar Gracián) A frase de

É humano. Todos fazem declarações infelizes em algum momento. A maioria delas não chama muita atenção, é logo esquecida, e não causa maior prejuízo. Algumas, entretanto são letais. Acompanham o candidato como uma sombra pelo resto de sua carreira política.

Se não se deve subestimar a inteligência do eleitor, não se deve também cometer o erro oposto, isto é, nunca superestime a quantidade de conhecimento e informação que ele possui. Este território por mapear (a cabeça do eleitor) possui muito pouca informação,

Numa eleição sempre se busca ocupar a posição ofensiva. Estar na ofensiva é ocupar uma posição estratégica, a partir da qual torna-se possível ter as iniciativas, e, acima de tudo, adquirir as condições para pautar a campanha. O problema reside no fato

Esta situação pode ser caracterizada com a imagem de um avião “entrando em parafuso”, condição em que o piloto perde completamente o comando sobre o aparelho, que se projeta para o solo em espirais que lembram as do parafuso. Qualquer

Conquistar o poder equivale a aumentar a capacidade de impor a sua vontade aos outros. Já vimos como o poder coloca ao alcance de seu titular, uma massa de energia, composta de competência para baixar normas e regras impositivas, além de

A política não é a principal prioridade na vida do eleitor. Como conseqüência, o acompanhamento que o eleitor médio faz da política e das eleições, é superficial, inconstante e irregular. Cabe ao candidato opor à esta inconstância e superficialidade um

Nenhum candidato precisa (ou mesmo deve) divulgar na sua propaganda, informações que podem ser prejudiciais à sua candidatura. Esta é uma tarefa que interessa ao seu concorrente, que deverá julgar se lhe convém ou não usar a informação e arcar