Widget Image
SIGA-NOS
InícioPosts Tagged "Assessoria"

É um erro compreensível, humano e até mesmo ingênuo. Mas, ao contrário do que dizia Madame de Staël: “Tout comprende c’est tout pardonner”, na política nem sempre compreender tudo leva a perdoar tudo. O assessor pode incidir neste erro e muitos

“Quando você aconselha seu chefe você deve comportar-se como se estivesse lembrando-o daquilo que ele já disse e esqueceu, mas nunca chamar a atenção para a luz que ele não está enxergando”. (Baltasar Gracián). Em volta do político ninguém brilha. Todo

O candidato precisa da imprensa e a imprensa precisa dele. Como tal, gostando ou não, estão amarrados uns aos outros pelo tempo que durar a campanha. A relação que os une, entretanto, é extremamente complexa. Há cooperação entre eles, mas

"Só as pessoas inteligentes procuram, para auxiliá-las, pessoas mais inteligentes do que elas” - (Baltasar Gracián – jesuíta espanhol - 1601/1658) A citação refere-se a uma regra da prudência política de grande e venerável tradição. Ela faz parte do que se

Em várias colunas deste site já analisamos a curiosa, e por vezes surpreendente, relação que existe entre o mundo da política e o mundo pessoal e privado. Já se viu como certas virtudes da esfera privada, quando transferidas linearmente para a

Há o grupo de campanha, que se sente tão vitorioso como o candidato, mais “proprietário” da vitória do que qualquer outro grupo – mesmo o dos dirigentes do partido. Há, por outro lado, um novo grupo, que começa a tomar

O jargão das redações de veículos impressos como jornais e revistas quase sempre é inacessível a quem não tem intimidade com tal ambiente. O que não deixa de ser curioso: o jornalista, a quem cabe traduzir para o leitor a

Em volta do político ninguém brilha. Todo brilho parte dele e volta para ele. Esta é a regra do jogo que vale para todos os políticos, independentemente de partido. Não é apenas o político quem provoca este estado de luminescência

O erro é implacável. Não perdoa ninguém: o sábio, o experiente, o ambicioso, o santo e o pecador. O detentor do mandato assim como seu assessor. Há erros que permanecem dentro da esfera privada do indivíduo, e há aqueles que

Lidar com seus superiores é sempre uma matéria delicada e complexa. A advertência vale tanto para o assessor, quanto para o político que está ocupando uma posição subalterna a outros líderes, no partido, na Casa Legislativa, ou no governo. [caption id="attachment_9505" align="alignleft"