Login

Register

Login

Register

Widget Image
InícioPosts Tagged "Sabedoria"

A frase é de Disraeli (Benjamin Disraeli, Earl of Beaconsfield- 1804/1881), líder do partido Conservador da Inglaterra, durante a segunda metade do século XIX, criador do chamado “Tory Socialism” – o apoio do partido conservador às reivindicações da classe operária

Em várias colunas deste site já analisamos a curiosa, e por vezes surpreendente, relação que existe entre o mundo da política e o mundo pessoal e privado. Já se viu como certas virtudes da esfera privada, quando transferidas linearmente para

O candidato, que foi um escravo da agenda e da campanha por vários meses, quer distância destas incomodações e reivindica, com justificadas razões, um tempo para si. Dentre os erros que são cometidos neste período, mais por descaso e protelação

A meta foi alcançada e o objetivo de vencer atingido. O político é, então, socialmente reconhecido como vitorioso e como alguém que passa a deter poder. Só há uma coisa certa a respeito deste momento: ele não dura muito. Iniciado

Ao final das eleições terão ocorrido derrotas por pequena, média e grande diferença, mas, de qualquer forma, derrotas. Terão ocorrido derrotas previsíveis, esperadas, como terão ocorrido derrotas inesperadas e surpreendentes. Abre-se, assim, a fase de administrar o momento, seja ele

O candidato eleito tem que falar, mas não pode falar demais, e nem sobre certas questões. O que falar, quanto falar, quando falar, para quem falar, com que objetivo falar, são interrogações que ele deve necessariamente fazer-se, antes de abrir

Essa é uma das muitas ilusões que formam a atmosfera da política. Como toda ilusão, gera falsas expectativas, conduz a conclusões precipitadas e induz ao erro, sob variadas formas. Geralmente, o inimigo de seu inimigo, que busca aproximar-se de você,

“O peixe morre pela boca.” (ditado popular) “Falar mal, falar demais, falar o que não deve são as formas mais comuns de se errar na política.” (Baltasar Gracián) “Só se fala para melhorar o silêncio.” (Baltasar Gracián) A frase de

A política é onipresente nas relações sociais. Você não se livra dela na sua vida pessoal, profissional e social. Na “selva da política” há todos os tipos de “animais”. Há leões e raposas, como há serpentes, hienas e abutres. Há também

A política não é a principal prioridade na vida do eleitor. Como conseqüência, o acompanhamento que o eleitor médio faz da política e das eleições, é superficial, inconstante e irregular. Cabe ao candidato opor à esta inconstância e superficialidade um